Correr no frio

Sabemos que a preparação para o Maior Desafio Trail do Brasil leva cerca de 3 meses e podem existir muitos obstáculos quando o assunto é correr no frio. Por isso, o Desafio 28 Praias preparou algumas dicas para te incentivar a manter a prática. Se liga!

Por Desafio 28 Praias em 7/29/2019

- Aquecimento: Temperaturas mais baixas geram um estresse físico maior ao corpo, por isso, passe mais tempo se aquecendo e inicie a corrida com caminhadas e trotes, antes de entrar na sua velocidade habitual de treino.

- Proteja sua pele: O vento gelado pode danificar e deixar sua pele sensível. A recomendação é que você use um protetor solar e um hidratante labial.

- Hidratação: O ar frio pode dificultar a respiração, ressecar os lábios e as extremidades. Por isso, a hidratação deve ser redobrada. Tome muita água antes, durante e depois da corrida.

- Roupa adequada: Não é a quantidade que conta e sim, a assertividade. Procure roupas que permitam a troca de calor com o ambiente.

- Alimentação: A maioria das pessoas come mais quando está frio e acabam ingerindo alimentos mais calóricos. Invista em alimentos mais saudáveis e que dão uma sensação maior de saciedade, como raízes e fibras.

- Tenha uma rotina pré-treino: Em horários menos convidativos, ter uma rotina pré-treino pode te ajudar a sair da cama para correr no frio e funciona como uma preparação mental antes de iniciar a atividade física. Uma alimentação adequada e um aquecimento leve dentro de casa fará com que você tenha mais disposição e energia.

- Respiração: Inspire pelo nariz e expire pela boca. Em baixas temperaturas, isso faz com que o ar seja aquecido antes de penetrar os bronquíolos pulmonares.